Os quadrinhos originais do Doutor Estranho tinham fortes raízes no horror – o personagem estreou nas páginas da série de antologia de ficção científica/horror Strange Tales – e, ao que tudo indica, parece que o próximo Multiverso da Loucura vai se debruçar nestes aspectos “mais assustadores” das aventuras do Mestre das Artes Místicas.

O fato da Marvel Studios ter contratado Sam Raimi para dirigir a sequência quando Scott Derrickson deixou do projeto já diz muito, e o lendário diretor de Evil Dead agora confirmou que a visão de Kevin Feige sempre foi fazer o primeiro filme do MCU a ter “elementos de terror”.

“Acho que o que [Kevin] quis dizer, do meu ponto de vista, é que este filme tem um sabor de terror”, explicou Raimi ao Fandango. 

Acho que quando o diretor original, Scott Derrickson, e Kevin promoveram a vinda de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, eles disseram que seria o primeiro filme de super-herói da Marvel que tinha um elemento de terror. Mas, mesmo depois que Scott deixou o filme devido a diferenças criativas, essa ainda era a direção - fazer o primeiro filme da Marvel que tivesse um elemento de terror. Então, mantive-me fiel às suas declarações originais."

Houve muita especulação de que Derrickson teria se afastado porque essas “diferenças criativas” resultaram dele querendo introduzir mais horror ao roteiro, mas esse não parece mais ser o caso.

A sequência de Doutor Estranho será lançada nos cinemas brasileiros em 05 de maio de 2022.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui