Antes de V de Vingança, Watchmen e O Monstro do Pântano, havia… Maxwell, o Gato Mágico!

Essa é uma das primeiras criações do gênio dos quadrinhos Alan Moore, escrita e desenhada por ele, e finalmente chega ao Brasil em uma edição completa e inédita no mundo, mais de 40 anos após o início de sua publicação.

Maxwell caiu na Terra vindo do espaço, mas ninguém até hoje conhece a sua verdadeira origem. O que se sabe é que ele é um gato falante que pousou na Inglaterra para abalar completamente a vida do garoto Norman Nesbitt e arredores.

Suas histórias foram contadas em tiras semanais publicadas pelo jornal britânico Northants Post (da cidade natal do autor), entre 1979 e 1986, e oferecem aos leitores a oportunidade de conhecer uma faceta única de Moore, que, com seu humor ácido, encontrou em Maxwell o personagem ideal para criticar os descalabros sociais, políticos e culturais que assolavam o país e o mundo na época, e que continuam relevantes até hoje!

A edição da editora Pipoca & Nanquim é a única no mundo que resgata TODAS as tirinhas do gato mágico, submetidas a um cuidadoso processo de restauração, e contém ainda prefácio do desenhista Eddie Campbell (Do Inferno), posfácio do próprio Alan Moore, uma galeria de arte exaltando toda a exuberância felina de Maxwell por artistas como David Lloyd (V de Vingança, Kickback), Kevin O’Neill (A Liga Extraordinária, Marshal Law) e Brian Bolland (A Piada Mortal, Camelot 3000) dentre outros extras que evidenciam por que essa é uma das obras mais importantes da carreira do mago dos quadrinhos.

A edição nacional também traz uma matéria abrangente a respeito da trajetória do autor desde os seus primórdios, quando deu uma guinada em sua vida profissional ao adotar a filosofia de:

“trabalhar apenas com o que gosta”

O período em que Maxwell, o Gato Mágico conviveu com outros trabalhos (também fazendo aparições especiais nessas mesmas histórias) conforme as obras de Alan Moore alcançavam êxito mundial, e até mesmo aquela que é considerada a última tira do bichano, lançada originalmente em 2016 para finalizar não apenas as histórias de Maxwell, como também encerrar a história do jornal Northants Post.

“Quando a nova geração de historiadores/críticos reavaliar a história dos quadrinhos, (…) tenho a sensação de que Maxwell será devidamente reconhecida como obra de relevância.” — Eddie Campbell

• Formato 21 x 28
• Capa dura com impressão em dourado e sobrecapa
• 132 páginas em preto e branco
• Miolo em papel offset 120 g/m²
• Tradução de Érico Assis
• R$ 59,90

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui