Grupo Autêntica participará da Primavera Literária Rio, com início nessa quinta (3)

0
83

Tradicional feira chega a sua 19ª edição com o lema Equidade, Sustentabilidade e Bibliodiversidade

De 3 e 6 de outubro, a Primavera Literária Rio levará para o público carioca, além de sua tradicional feira de livros, uma intensa programação cultural. Conhecida por sua pluralidade temática, o evento traz em 2019 duas novidades: uma Rua do Desenho e um Bar Literário com shows irão ocupar os jardins do Museu da República, espaço que recebe mais uma vez o evento no histórico bairro do Catete, na Zona Sul da cidade. O Grupo Autêntica participará do festival com exposição e venda de livros de todos os seus selos: Autêntica Editora, Autêntica Infantil e Juvenil, Business, Vestígio e Nemo. O endereço do Estande é 65/66.

Acreditando num caminho para um mercado editorial mais justo e para políticas do livro e leitura efetivas e democráticas, a LIBRE, organizadora do evento, traz para esta edição o tema Belém-Pará/Amazônia com o lema Equidade, Sustentabilidade e Bibliodiversidade. A programação cultural do evento será assinada pela Palavralida, iniciativa que tem o objetivo de produzir assessoria, curadorias e capacitações para eventos, e que trará durante a Primavera toda a importância que o momento confere ao “pulmão do planeta”. Idealizado por Renata Costa, do Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL) 2017-2019, em parceria com Laura Ferreira, a Palavralida foi apresentada em dois dias durante a última FLIP, em Paraty.

“Formar leitores e multiplicadores de leitores apaixonados por descobrir mundos, dinamizando processos criativos, educacionais e de saúde por meio do livro é a nossa maior missão. Assim, ser responsável pela curadoria da Primavera Literária do Rio de Janeiro, um evento que vivencia a bibliodiversidade é, não apenas uma grande felicidade, como uma oportunidade de apoiar esses encontros entre livros e leitores”, pontua Renata, já parceira da LIBRE em outras atividades.

São esperados para os quatro dias de evento mais de 60 atrações, entre bate-papos, conversas, mesas de debate, lançamentos, escritores convidados nacionais e internacionais, um festival de poesia e um encontro de podcasters, além de uma programação educativa e infantil. Outra novidade é a apresentação do inovador aplicativo Vem CA, que garante que qualquer pessoa encontre programações culturais com acessibilidade. Em nova plataforma da Escola de Gente, produções culturais divulgam suas atividades com até 12 recursos de acessibilidade, como Libras, audiodescrição e gratuidade.

Ao longo de uma história de resistência das editoras independentes, a Primavera Literária Rio de Janeiro é organizada pela LIBRE desde 2002 e, na edição anterior, recebeu em quatro dias 10 mil pessoas nas suas mais variadas atrações culturais diversificadas gratuitas:

“A Primavera chega à sua 19ª edição mantendo a tradição de trazer assuntos da pauta contemporânea. Homenagear o “pulmão” da Terra é um gesto de resistência. A entidade este ano completa 18 anos e achamos que trazer nossa principal bandeira, a bibliodiversidade, associada à equidade e à sustentabilidade, é um modo de homenagear a própria liga e seu compromisso com o fortalecimento das editoras independentes”, explica Raquel Menezes, presidente em exercício da LIBRE.

O evento terá seis espaços dedicados exclusivamente à programação cultural. A tenda principal ganhou o nome “Taperebá”, fruta muito utilizada na culinária da região norte. No local serão realizadas as principais mesas e debates da programação, com temas atuais de discussão, tais como: “Sustentabilidade 4.0”, “Feminismos de Gerações”, “Literatura Contemporânea Amazônica”, “Ecologia Social”, “Positividade Tóxica”, “Intolerância Religiosa”, “Racismo no Mercado de Trabalho e discurso de ódio” e “Afrovisualidades”.

Entre os nomes de destaques convidados para esta edição estão Jean-Paul Prates, Senador da República (Rio Grande do Norte), Adriano Souza, Secretário-adjunto de Cultura em Juína (MT), a vereadora do Rio de Janeiro Verônica Costa, o escritor português Francisco José Viegas, Luiz Antonio Simas, Adriana Facina, Débora Thomé, Eduardo Reina, Eliane Alvez Cruz, Mário Magalhães, Ramon Nunes Mello, Rafael Vidal, Babalaô Ivanir dos Santos, Alberto Mussa, Luiz Costa Lima, Maria Regina Celestino, Francisco Gregório Filho, Letícia Brito, Vera Moll, Volnei Canônica, Graciela Mayrink, Julio Ludemir, Thamyra Thâmara, além da Rede Nacional de Bibliotecas Comunitárias e do coletivo Mães pela Diversidade.

A “Tenda Curumim” será destinada à programação infantil, com contação de histórias e oficinas de ilustração e teve sua curadoria assinada por Verônica Lessa. O auditório também terá programação própria, com destaque para a Ocupação Afroliterária, proposta da NANDYALA Livraria & Editora, que oferecerá uma formação de professores, com atualização pedagógica da educação básica para o ensino das literaturas africanas e afro-brasileira, no dia 4 de outubro, sexta-feira, além de rodas de conversa e debates propondo reflexões críticas sobre autorias negras, escritas, estéticas, promoção da leitura e circulação mercadológica, no domingo, dia 6. No mesmo dia, o Bar Literário encerra sua programação com um Sarau Afro.

Em sua quarta edição, o Dia do Editor também irá trazer uma programação especial em paralelo ao evento, toda realizada em parceria com a Bibliomundi, plataforma gratuita de publicação e distribuição de livros digitais. A proposta desta edição é aproximar o mercado editorial de outras frentes da indústria criativa e do empreendedorismo. Pautas importantes serão abordadas e sete mesas ao longo do dia receberão quase 30 convidados, representando editoras, livrarias, plataformas digitais, serviços de gestão e cases de outros mercados.

Exposições AMAZÔNIA CHAMA e 18 anos da Liga
Idealizada pelos criadores do Instituto de Leitura Quindim – ILQ, Volnei Canônica e Roger Mell, a exposição das ilustrações do projeto AMAZÔNIA CHAMA / Amazon Shouts, lançada em agosto deste ano, reúne trabalhos de artistas do mundo inteiro em defesa da floresta. Enviadas através da plataforma digital colaborativa com o objetivo de produzir um acervo com obras artísticas e informações para promover um olhar de valorização da Amazônia, algumas das obras serão expostas no evento.

Além disso, uma exposição em comemoração aos 18 anos da Liga estará aberta a visitação durante os quatro dias de programação. O público visitante também poderá se deliciar com as diversas opções culinárias na área gastronômica que ocupará o Museu e seus jardins, cenário este que já compôs a paisagem do evento por mais de dez edições. A 19ª Primavera Literária Rio de Janeiro é uma realização da LIBRE e conta com o apoio institucional do Museu da República, apoio de mídia da PublishNews, gráfica parceira Forma Certa e parceria do Governo do Pará.

SERVIÇO:
PRIMAVERA LITERÁRIA RIO 2019
Data: 3 a 6 de outubro de 2019
Horário: 10h às 20h
Local: Museu da República – Rua do Catete, 153 – Catete – Rio de Janeiro – RJ
Entrada gratuita
Programação completa: https://bit.ly/2lLWA90
Facebook: ligabrasileiradeeditoras
Instagram: ligabrasileiradeeditoras

Share