Durante 61 anos de carreira, o desenhista deu vida a mais de 400 personagens.

Dia 27 de outubro, o desenhista, empresário e escritor brasileiro, Mauricio de Sousa, completa 85 anos. Durante seus 61 anos de carreira, o autor deu vida a mais de 400 personagens e conquistou famílias não somente do Brasil, mas de todo o mundo. Atualmente, cerca de 150 empresas nacionais e internacionais têm licença para reproduzir suas criações em mais de quatro mil itens.

A origem de seu sucesso aconteceu em 1959, quando ele publicou sua primeira tirinha diária, com aventuras do Franjinha e o seu cachorrinho Bidu. Seu trabalho circulou por diversos jornais brasileiros. No ano de 1970, lançou a revista Mônica e, na sequência, recebeu o mais importante prêmio do mundo dos quadrinhos, o troféu Yellow Kid, em 1971.

De acordo com a pesquisa da BrandTrends Entertaiments (patrocinada pela International Licensing Industry Merchandisers Association – Lima), de 2020, a Turma da Mônica lidera o ranking de marcas infantis no Brasil, na faixa etária de zero a 14 anos.

Dentro do segmento editorial é uma das obras mais lida no país, em especial no segmento infantil. Não é à toa que, no ano de 2019, foram vendidos 2,4 milhões de exemplares de livros. As conquistas de Mauricio não param por aí: o estudo Retratos da Leitura no Brasil, de 2019, do Instituto Pró-livro, constatou que a Turma da Mônica é a quarta obra mais citada, e que o autor é, também, o quarto mais citado no período pesquisado.

A Turma da Mônica ficou tão amada que dos quadrinhos migrou para o teatro, cinema, televisão, internet, exposições de arte e até mesmo parques temáticos. No ano passado, a Mauricio de Sousa Produções (MSP) lançou o primeiro live action da turminha, Laços, que alcançou mais de dois milhões de expectadores. Durante a quarentena, a Turma da Mônica Clássica e Turma da Mônica Jovem foram vistas por 13,6 milhões de pessoas com TV paga no Cartoon Network e Boomerang no Brasil (Fonte: Kantar Ibope Media).

Mauricio de Sousa, no decorrer de sua carreira, recebeu diversos prêmios nacionais e internacionais (Japão, Itália, China, Coreia do Sul, França, EUA, entre outros países). Um dos mais recentes, da MSP/Panini, foi o Prêmio Jabuti 2019, com os quadrinhos Jeremias: Pele, criados por Rafael Calça e Jefferson Costa.  

Em 2019, teve a abertura da nova subsidiária internacional da MSP no Japão – a “Mauricio de Sousa Productions Japan”.

Atualmente, a MSP aposta em mais um trabalho de prestígio entre o público família, a produção  Mônica Toy, animações no estilo toyart, da Turma da Mônica, disponíveis no seu canal oficial do YouTube (www.youtube.com/turmadamonicatv), que conta com 15,8 milhões de inscritos.

Sua importância para os brasileiros vai muito além do sucesso comercial. É o primeiro desenhista de quadrinhos no mundo que entrou para a Academia Paulista de Letras (APL), junto a escritores muito famosos e prestigiados.

São 85 anos de repetidos sucessos em sua vida. Mauricio de Sousa é um ícone que marca gerações com o seu trabalho. Seus personagens criam vida e ultrapassam os limites do quadrinho, levando entretenimento, cultura e conhecimento de forma leve, divertida e criativa para os pequenos. Um dos formadores da indústria criativa no Brasil e que se mantém há 61 anos nesse setor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui