Sylvester Stallone e Robert De Niro já interpretaram icônicos boxeadores nos cinemas, respectivamente em Rocky e Touro Indomável. Em Ajuste de Contas novamente voltam aos ringues como Henry “Razor” Sharp (Stallone) e Billy “The Kid” McDonnen (De Niro), dois ex-campeões mundiais que marcaram época, cada um tendo vencido o outro uma vez.

Ajuste de Contas 2

O filme começa quando um documentário sobre os dois boxeadores é transmitido, o que renova o interesse nos lutadores e os faz serem convidados para aparecer num game. Porém, ao se encontrarem no estúdio para ter seus movimentos capturados, ambos iniciam uma briga que acaba indo parar na internet. Isso é o suficiente para que uma terceira luta entre ambos seja marcada, sendo este o verdadeiro tira-teima entre os dois.

Ajuste de Contas 3

A grande diferença entre Ajuste de Contas para os demais filmes estrelados por Stallone e De Niro como lutadores está no fato deste ser uma comédia. O longa, aliás, se utiliza com maestria de diversos clichês dos filmes de boxe, conseguindo arrancar risos espontâneos do espectador, sem apelar para um humor escrachado.

Com histórias de fundo interessantes, podemos conhecer melhor os dois protagonistas e entender melhor a relação de rivalidade entra eles. Está longe de ser algo muito elaborado, mas bom o suficiente para criar laços de identificação com ambos os boxeadores.

Ajuste de Contas 4

Os dois astros do filme parecem muito a vontade um com o outro e a química entre os dois é muito natural. E, como deve ser, sempre que aparecem juntos em cena conseguem roubar a cena. Robert De Niro já atuou com sucesso em comédias, como na série Entrando Numa Fria e Mafia no Divã, contudo foi uma surpresa ver Sylvester Stallone tão bem e com um timing cômico bastante afiado, principalmente ser lembrarmos que sua experiência anterior no gênero (Pare! Senão Mamãe Atira) não foi nada boa.

Ajuste de Contas 1

Também temos no elenco a atriz Kim Basinger, que andava sumida, os atores Alan Arkin (Pequena Miss Sunshine), em mais um excelente trabalho, e Jon Bernthal (The Walking Dead) num papel em que não é o vilão. Além deles, o comediante Kevin Hart também está impecável.

Com um elenco afiado e dois protagonistas acima da média fica fácil entender porque um filme que tinha tudo para ser apenas mediano tornou-se facilmente uma comédia bem acima do padrão que temos visto ultimamente.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=AZt22IcFSVc]

Nota: nota 7(7/10)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui