Filmes bíblicos sempre foram vistos de maneira polêmica, mas nem por isso deixaram de render grandes produções em Hollywood. No início deste ano tivemos Noé, visão de Arron Aronofsky para a famosa história da arca, estrelada por atores do calibre de Russel Crowe e Anthony Hopkins. Agora é a vez do aclamado diretor Ridley Scott (Alien, Blade Runner, Gladiador, Prometheus) mostrar o que é capaz de realizar baseado num conto do livro sagrado com tudo o que se espera de uma super produção. Êxodo: Deuses e Reis narra a conhecida história de Moisés (Christian Bale), um hebreu criado em segredo pela família real do Egito. Já adulto, ele é exilado quando sua origem é revelada e aceita a missão divina de libertar seu povo, atravessando o deserto, passando pelo Mar Vermelho até a Terra Prometida e culminando na origem dos Dez Mandamentos.

Como protagonista, Bale se mostra a escolha perfeita para o papel devido a sua versatilidade como ator, convencendo em momentos diversos da vida de Moisés, desde um guerreiro jovem até a emblemática figura com barba e cajado. Logo no primeiro ato do longa, vemos o protagonista em uma sequência de ação grandiosa, já o estabelecendo como um general egípcio experiente e demonstrando a ampla escala visual apresentada ao longo da trama. Apesar do constante desenvolvimento narrativo, o filme tem boas doses de ação que acompanham o crescimento de Moisés como líder e profeta, sem esquecer do lado familiar e romântico do personagem, que tem dúvidas sobre a fé e até onde pode ir guiado por Deus.

exodus

O antagonismo da trama fica por conta do faraó Ramses (Joel Edgerton), que começa a história como irmão de criação de Moisés e herda o trono real, criando para o Egito um cenário de escravidão sem limites. Aos poucos Ramses assume o papel de vilão clássico que visa destruir seu inimigo a qualquer custo. Porém, mesmo esforçado, o ator não esbanja carisma como Bale e suas motivações e atitudes não fogem do esperado. No restante do elenco temos atores consagrados, incluindo Ben Kingsley, John Turturro, Aaron Paul e Sigourney Weaver (esta que notavelmente trabalhou com o diretor em Alien). Infelizmente este time de peso acaba por não brilhar muito diante do destaque para dualidade entre Moisés e o faraó, o que pode ser ajustado numa futura versão estendida.

Sendo ambientado no Antigo Egito, o longa honra este contexto com palácios, pirâmides, estátuas e outros elementos de magnitude realmente impressionante. A grande escala dos cenários é beneficiada pelo formato IMAX 3D, que conta com resolução 4K (quatro vezes maior que a projeção digital comum) e uma imagem extremamente detalhada. O bom uso do 3D traz ainda mais profundidade aos momentos mais épicos do longa, como a apresentação de cada uma das pragas que massacram o Egito após Moisés receber orientação do próprio Deus. Com uma visão polêmica e ao mesmo tempo interessante, o filme apresenta um personagem divino infantilizado que mata em prol dos seus objetivos, assim como o faraó Ramses, criando debates entre o certo e o errado e nutrindo a insegurança da figura central.

exodus-2

Para desenvolver bem a trama desde o início e construir o complexo personagem de Moisés, o filme tem longa duração (duas horas e trinta minutos), mas o ritmo acelera graças a cenas de ação e momentos antológicos, como a travessia do Mar Vermelho. Por todo o ar épico e tecnologia de ponta nas mãos de Ridley Scott, talvez as pragas do Egito ou outros elementos grandiosos pudessem ter tido mais tempo de tela, mas o diretor cumpre o objetivo de contar sua versão de uma história clássica não esquecendo das boas lutas com espadas e corridas com bigas em desfiladeiros. Mesmo para quem não se interessa por filme bíblicos, Êxodo: Deuses e Reis tem saldo positivo e sem dúvida é uma boa pedida para este final de ano.

Ficha Técnica
Exodus: Gods and Kings – 2014 (EUA)
Duração: 150 minutos
Gênero: Ação / Drama
Direção: Ridley Scott
Roteiro: Adam Cooper, Bill Collage, Jeffrey Caine e Steve Zaillian
Elenco: Christian Bale, Joel Edgerton, John Turturro, Ben Kingsley, Aaron Paul, Ben Mendelsohn, Sigourney Weaver, María Valverde e Hiam Abbas

Exodus-3

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui