Quando foi anunciada a adaptação da série de livros Jogos Vorazes, muitos torceram o nariz esperando que estivéssemos diante de um novo Crepúsculo. Porém, para nossa sorte, Jogos Vorazes é uma história com identidade própria, os livros de Suzanne Collins fogem do lugar comum e tratam o público jovem como uma audiência madura e capaz de captar as nuâncias políticas envolvidas.

O primeiro filme superou as expectativas e nos inseriu num universo distópico, no qual, para relembrar o levante dos Distritos contra a Capital, crianças são selecionadas como tributos num jogo onde somente um sairá vivo.

Katniss Peeta

Em Chamas nos mostra que Katniss e Peeta realmente ficaram distantes um do outro após os Jogos. Além disso, revoltas em relação a Capital começaram a se tornar cada vez mais frequentes. Neste ponto é que surge o Presidente da Capital, Snow, querendo que os vencedores dos Jogos anteriores demonstrem ser, de fato, um casal e ratifiquem que foi o amor que lhes força para vencer a competição, dessa forma os ânimos dos revoltosos poderiam começar a se acalmar.

Falhando em convencer Snow de que sua união era para valer, o Presidente opta por realizar uma competição chamada Massacre Quaternário, que ocorre a cada 25 anos, onde somente os antigos vencedores participam do sorteio para participar de um evento nos mesmos moldes dos Jogos Vorazes. O objetivo é diminuir o número de vencedores vivos, afinal estes acabam sendo pessoas capazes de influenciar a população.

Snow

Apesar de termos uma mudança de diretor, o tom deste segundo longa seguiu o que foi feito no primeiro, algo bastante positivo. Outro aspecto que merece atenção é que inteligentemente expandiram as informações ao público, já que no livro temos somente o ponto de vista de Katniss Everdeen.

E, para a história funcionar no formato cinematográfico é necessário imergir o público no universo como um todo, de forma que ele se habitue ao contexto e todos possam se imaginar naquela situação. Por isso, a visão mais ampla dos acontecimentos acaba tornando-se interessante.

Massacre Jogos Vorazes

Um fator bastante importante para que o filme funcionasse melhor que seu antecessor foi a inclusão de novos e carismáticos personagens. Afinal de contas, quanto mais pessoas para nos relacionarmos, maior a possibilidade do filme nos conquistar.

O elenco de Em Chamas segue afiado (nota negativa fica para Lenny Kravitz que destoa do restante do elenco por demonstrar pouquíssima emoção), dando espaço para que os protagonistas, Josh Hutcherson e especialmente Jennifer Lawrence, brilhem com mais intensidade.

Katniss Noiva

No fim das contas, o longa vai além do simples blockbuster, mostrando-nos também um thriller político bastante interessante. Jogos Vorazes: Em Chamas é o tipo de filme para todos os gostos, pois tem ação, romance e tensão na medida certa, sem se rotular cegamente a nenhum gênero.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=y3xtgai0Rs8]

Nota: nota 9(9/10)

1 COMENTÁRIO

  1. Oi adorei.. muito obrigado, me fez se interessar pelo livro….mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei… se trata de um livro arrebatador…ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos…..e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história…..acesse o link da livraria cultura e digite reverso…a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui