Resenha – Star Wars: Uma Nova Esperança (In Concert)

0
174

A apresentação contou com as partituras originais do filme, compostas por John Williams e regência do maestro Thiago Tibério. Foram duas apresentações únicas, em São Paulo, no Allianz Parque, no dia 20 de abril e no Rio, na Jeunesse Arena, no dia 27.

O projeto Star Wars: Film Concert Series é produzido pela Disney Concerts em associação com a 20th Century Fox e a Warner/Chappell Music, importado para o Brasil pela Conexão Cultural. O evento comemora os 40 anos de lançamento do filme que ficou famoso não apenas por personagens marcantes como Luke Skywalker, Darth Vader, Princesa Leia e Han Solo; e efeitos especiais nunca vistos antes, mas também pela trilha de Williams. Aliás, foi com Star Wars IV – Uma Nova Esperança que ele ganhou o 3.º dos 5 Oscars que conquistou na carreira.

A versão apresentada ao público brasileiro é a versão especial de 20 anos do longa que foi remasterizada. As diferenças entre essa edição e a original de 1977 foram as mais variadas: melhoria no visual de alguns personagensadição de outros e até mesmo a mudança de sentido de uma cena.

Han Solo e Greedo

Na versão original de Star Wars Episódio IV, na cena entre Han Solo e Greedo no bar, podemos ver o nosso amado contrabandista matar o alienígena após um tiro rápido. Após o disparo o personagem ainda solta uma de suas icônicas frases, e descobrimos que Han Solo sempre atira primeiro.

Na primeira grande reedição, proposta por Lucas em 1997, a cena tem todo o seu sentido mudado. Greedo atira primeiro e Han desvia, dando a entender que ele poderia ser um cavaleiro Jedi.

Han Solo contra os Stromtroopers

A cena original, que já é engraçada com os poucos troopers, fica ainda melhor com a adição de mais personagens em CGI. Contudo, aquela quantidade de stromtroopers naquele momento daria muito trabalho para nosso herói e apesar da péssima mira dossoldados do Império, com aquela quantidade não daria tempo de Solo sair dali vivo.

Texto de introdução

Quem é fã de Star Wars sabe que o início do filme é uma das partes mais emocionantes. Aquela música e aquelas letras subindo contando um resumo das coisas que acontecem em uma galáxia muito, muito distante é de arrepiar. Mas nem mesmo o texto de introdução escapou da reedição dos filmes.

Nos filmes mais antigos a única coisa que aparecia antes dotexto introdutório era o número daquele episódio. Já na versão reeditada foi acrescentado o subtítulo de cada filme, que facilitou e muito a compreensão da introdução de cada um deles.

 

Informações de apoio: https://www.fatosdesconhecidos.com.br/5-diferencas-entre-os-filmes-originais-e-reedicoes-de-star-wars/

 

 

Share