Rio Matsuri terá pista de skate assinada por Bob Burnquist, museu do surf, muro de escalada e experiências com esportes

0
120
Rio Matsuri terá pista de skate assinada por Bob Burnquist, museu do surf, muro de escalada e experiências com esportes
Os visitantes do Festival da Cultura Japonesa Rio Matsuri – que acontece no Riocentro entre os dias 17 e 20 de janeiro – terão a oportunidade de vivenciar e descobrir um pouco mais sobre os esportes que despertam a paixão do povo japonês e modalidades que este ano vão dar o que falar. O festival contará com um pavilhão dedicado especialmente aos esportes trazendo, por exemplo, o museu Rico Surf e uma exposição com a história do esporte no Brasil e a maior prancha do mundo. Haverá ainda a possibilidade de deslizar por uma pista de skate assinada por Bob Burnquist, o “papa” das manobras na mega rampa. O Burnkit, conjunto de obstáculos voltados para a prática do skate, foi desenvolvido por uma equipe de especialistas liderada por Bob e irá simular um circuito de street dentro do Riocentro.

Sucesso na última edição, o espaço para os amantes de baseball estará de volta neste pavilhão, que também contará com um muro de escalada. Quem quiser se aventurar nessas modalidades terá a ajuda de instrutores. Para quem curte lutas marciais, o Rio Matsuri terá ainda competições e demonstrações de Karatê, Judô e Aikidô, por exemplo. O Comitê Olímpico do Brasil (COB) também fará ativações levando o Ginga, mascote do Time Brasil, entre outras atrações.

Este ano, o festival conta com mais um dia e os ingressos estão à venda pelo site www.riomatsuri.com.br, com uma novidade: o Masturi Experience, com entrada para todos os dias de evento e uma série de benefícios exclusivos. Há três anos na cidade, o Rio Matsuri já se consagrou como um evento para toda a família, com atrações para crianças, adolescentes, adultos e idosos. O festival, realizado pela GL events, acontece em um dos palcos dos Jogos Olímpicos Rio 2016, o Riocentro, trazendo a arte contemporânea nipônica, como exposições culturais, danças folclóricas, shows e gastronomia japonesa. A maior comunidade japonesa fora do Japão fica no Brasil: são cerca de 1,8 milhão de nikkeis – japoneses e seus descentes – morando no país e no Rio de Janeiro, de acordo com o IBGE, vivem cerca de 60 mil.

Programação Otaku

Os visitantes também poderão curtir o Espaço Otaku, com ambientação e atrações da cultura pop japonesa para todas as idades. Por ali também se reunirão os cosplayers, que este ano terão pela primeira vez um camarim exclusivo e especialmente preparado para esses artistas, com guarda-volumes e lounge. O público também terá a oportunidade de acompanhar a penúltima etapa do World Cosplay Summit, também conhecido como WCS, o maior campeonato de cosplays do mundo.

Outra novidade é a Sexta Otaku, dia 17, que vai concentrar grande parte da programação para quem acompanha este universo. Haverá moda Harajuku, animes, workshop de mangá com Fábio Shin e encontro de dubladores e youtubers. Ponto alto da programação deste dia, um encontro inédito vai reunir atores de duas das principais séries de live action – Flashman e Power Ranger – Kihachiro Uemura, o Green Flash, e Walter Jones, o Black Ranger, que se juntam para falar do universo tokusatsu – como é chamado esse tipo de programa no Japão.

Outro destaque do dia é a apresentação do projeto Danger 3, cantores brasileiros que se juntam para cantar anime songs. Formada por Rodrigo Rossi, Ricardo Cruz e Larissa Tassi, é a primeira do gênero no país. Os três têm no currículo animes como “Cavaleiros do Zodíaco”, pelo qual Larissa recebeu Disco de Ouro com a música tema da saga, e “Dragon Ball Z”, e farão única apresentação no primeiro dia de Rio Matsuri. Além do show com a banda, Rodrigo e Ricardo apresentarão ao público seus respectivos trabalhos solo. Ricardo é, atualmente, um dos maiores nomes do mercado internacional de cultura pop. Desde 2005, é o único membro estrangeiro do supergrupo japonês JAM Project, uma das bandas mais conhecidas do gênero no mundo. Já Rodrigo, mais conhecido como Rod, é intérprete oficial de temas de séries como “Dragon Ball Z Kai”, “Os Cavaleiros do Zodíaco: Ômega” e “Dragon Ball Kai”.

Nesta edição, a Mangateca dobra de tamanho e a Akiba Square, que recebe jogos de tabuleiros e card games, terá curadoria do Diversão Offline (DOFF), o maior evento de Board Games e RPG da América Latina. Aqueles que optarem pelo Matsuri Experience terão um convite para levar um acompanhante na sexta-feira, dia 17, box com lembranças surpresa, acessos exclusivos e prioridade no Meet & Greet, no encontro com os convidados.

Principais atrações confirmadas:

Grupos Rio Nikkei Taiko, Wakadaiko, Awaodori Represa e Saikyou Yosakoi Soran – Manifestações típicas culturais com música, dança e apresentação de tambores.

Oficinas de Ikebana, Bonsai, Origami e Cerimônia do Chá – Que tal aprender a fazer e cultivar arranjos florais, distrair com dobraduras e conhecer a milenar Cerimônia do Chá, momento de meditação, bem-estar e equilíbrio? (com distribuição de senhas)

Gastronomia e Sake – Público terá oportunidade de aprender receitas dos mais renomados chefs da culinária asiática (com distribuição de senhas)

Flashman e Power Ranger: Painel com Kihachiro Uemura e Walter Jones, um encontro imperdível entre o Green Flash e o Black Ranger, heróis de gerações.

Encontro de Dubladores com Charles Emmanuel (Ash de Pokémon) e Úrsula Bezerra (Naruto) – Dois dos dubladores mais conhecidos por fãs de animes, cartoons e filmes no Brasil.

Wendell Bezerra – Intérprete do Goku, da franquia Dragon Ball, há cerca de 20 anos, e outros personagens queridinhos dos fãs de animação e filmes.

Oficina de Mangá – Sucesso na última edição, o workshop volta com novidades em 2020 sob o comando do maior magaká do Brasil, Fábio Shin.

World Cosplay Summit – O maior concurso de cosplays do mundo terá etapa regional no Rio Matsuri em 2020.

DJ Sunamori – Referência no gênero Anime Songs, o japonês passou pelos principais festivais de animes do planeta e esteve recentemente na Nigéria, onde apresentou seu trabalho no Africa International Film Festival. Além de DJ, também é compositor de trilhas sonoras para games e escritor.

Banda Danger 3 – Formada por Rodrigo Rossi, Ricardo Cruz e Larissa Tassi, é a primeira do gênero no país. Os três, que têm no currículo animes como “Cavaleiros do Zodíaco” e “Dragon Ball Z”, farão única apresentação no primeiro dia de Rio Matsuri.

Ricardo Cruz – Cantor e compositor de temas de filmes, jogos de videogame e desenhos animados no Japão (conhecido como anime songs) é o único membro estrangeiro do grupo japonês JAM Project, uma das bandas mais conhecidas do gênero no mundo.

Rodrigo Rossi – Mais conhecido como Rod, o cantor é intérprete oficial de temas de séries como “Dragon Ball Z Kai”, “Os Cavaleiros do Zodíaco: Ômega” e “Dragon Ball Kai”.
Share