Em Capitão América 3: Guerra Civil, o Capitão América (Chris Evans) enfrentará o Homem de Ferro (Robert Downey Jr.) e a tensão entre os dois personagens esteve aflorada durante o primeiro filme dos Vingadores, em 2012, e deverá voltar a aparecer nesse ano, com Os Vingadores 2: A Era de Ultron.

Tendo o nome do Capitão América no título do filme, é fácil supor que ele será o protagonista, deixando o posto de antagonista para o Homem de Ferro. Em entrevista à Empire Magazine, o ator Robert Downey Jr. (O Juiz) falou um pouco mais sobre a trama de e a sua participação no filme. O ator explicou o motivo de ter aceitado reprisar o papel no longa ao invés de um possível Homem de Ferro 4.

“Eles me disseram que, se eu participasse, eles conseguiriam contar a história como se deve, ou Capitão América 3 seria outra coisa. É bom se sentir útil. E neste ponto é sobre um ajudando ao outro. Eu vejo isso como uma competição e pensei que, se essas duas franquias se unissem e eu pegar uma posição ainda menor, com pessoas e diretores que eu gosto, nós podemos manter a engrenagem funcionando“.

Sobre a mudança de comportamento de Tony Stark, Downey acha a evolução algo normal de seu personagem:

Do meu ponto de vista é algo natural. O principal para mim é que tipo de acidente pode fazer ocorrer esta mudança, e em que tipo de situação nós poderíamos encontrar Tony. As pistas sobre sua mudança estarão todos em Vingadores: Era de Ultron. Mas o que teria acontecido para fazer ele desacreditar em tudo pelo qual ele lutava? Joss [Whedon, diretor do filme] mostra isso o tempo todo. É meio estranho que esses caras causassem tanta destruição no planeta Terra e, após o final do filme, ninguém se importa. O que o governo dos EUA faria se fosse de verdade? Não seria interessante ver Tony fazer algo que você nunca o viu fazendo?“.

Quando questionado se o Homem de Ferro seria uma espécie de vilão do filme, o ator discordou.

Eu não colocaria deste modo. A grande questão para Chris [Evans] e o Capitão é como nós vamos levar o personagem para uma posição em que as pessoas digam ‘eu nunca pensei que veria uma mudança tão grande em Steve Rogers’“. Depois de ver Snowpiercer, a gente pensa ‘Eu quero mais desse cara!’

Downey Jr. cita Snowpiercer porque é um filme protagonizado por Chris Evans, que faz um personagem que lidera uma espécie de rebelião contra um sistema, uma posição em que o Capitão América vai estar durante os eventos do arco Guerra Civil, que inspira o filme.

Outra notícia relacionada ao novo filme do Capitão América, é a revelação do papel do ator Daniel Bruhl (Rush) que de acordo com o site moviecastingcall.org, o filme será realmente dirigido por Joe e Anthony Russo e começará suas filmagens em abril, em Atlanta e Brühl irá interpretar o icônico Barão Zemo (como já dissemos aqui), que os fãs querem ver no cinema há muito tempo.

E para finalizar, o site oferece o que parece ser a primeira sinopse do filme:

“Em Capitão América: Guerra Civil, o bilionário Tony Stark é colocado contra Steve Rogers, o Capitão América em uma disputa ética sobre o Ato de Registro dos Super-Humanos do Governo Americano, que requer que todos os indivíduos com super-poderes se registrem e obedeçam à SHIELD.” 

Além dos citados, Capitão América: Guerra Civil também terá os retornos de Anthony Mackie (Falcão), Scarlett Johansson (Viúva Negra) e Sebastian Stan (Soldado Invernal). Também participam do filme: Chadwick Boseman (Pantera Negra) e Frank Grillo (Ossos Cruzados).

Capitão América: Guerra Civil estreia em 6 de maio de 2016.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui